Viagem de Férias - Maceió/AL - Outubro/2015

19 Outubro 2015 - Segunda-feira

Finalmente chegou o dia de pegar as malas e viajar para a tão sonhada Maceió/AL. Depois de 3 anos de casados, nossa lua de mel começou no voo da Avianca às 17h40 em Curitiba com destino à Guarulhos, nossa escala na viagem de ida. Em Guarulhos, nosso voo atrasou 45 min mas no fim deu tudo certo.

Chegamos em Maceió por volta das 22hs e fomos no balcão da Localiza para pegar o carro que tínhamos deixado reservado. Negociação daqui, desconto dali, tudo certo com um pequeno detalhe: loquei um carro Classe C (Econômico com Ar), porém a Localiza me disponibilizou um Renault Duster com 6000Km. Depois de “brigar” e “ficar muito chateado” (rs) seguimos para o apartamento (AP) que locamos para nossa estadia de 11 dias.

O apartamento é um show (maiores informações aqui). Fica muito bem localizado na Av. Álvaro Otacílio (Av Beira Mar) na Ponta Verde no bairro de Jatiúca. O AP é uma delícia. Nos surpreendemos pelo conforto e zelo e todo o cuidado do Sr. Carlos e da Suzy na nossa chegada. Me senti em casa em poucos minutos. Bom, chegamos, ajeitamos as coisas e fomos descansar pois no dia seguinte, planejamos acordar cedo.

20 Outubro 2015 - Terça-feira

Aqui o sol nasce muito cedo (por volta das 5hs). Com isso, 6h30 ja estávamos acordados e fomos nos arrumar. Como é o nosso primeiro dia aqui, decidimos procurar um lugar para tomar café. Achamos no Foursquare a Panificadora Alteza a qual recomendo para o café da manhã.

A programação do dia é a praia de Pajuçara em Maceió mesmo. A praia é linda, com mar verde claro, maravilhoso. Dizem que não é indicado pra banho por ser na área urbana mas sinceramente, a água é mais limpa do que qualquer área de banho permitida no PR.

Decidimos ficar em frente ao Lopana, quiosque muito recomendada nos sites que pesquisei. Chegamos por volta das 8h40 e tudo ainda estava fechado (será que estávamos ansiosos?). O Lopana é tudo que um quiosque de praia quer ser quando crescer. Atendimento muito bom, música boa o dia todo e tudo servido na areia. Para completar, um sol de rachar o coco, ao ponto de me queimar em baixo do guarda sol com filtro solar.

Por volta das 15hs, voltamos para o AP para tomar um banho e descansar um pouco. Antes de sairmos para comer algo, reservei a pernoite em Maragogi na Pousada Olho D'água e o passeio de Catamarã até as Galés pela empresa Corais de Maragogi.

Com tudo resolvido, saímos comer. Fomos no Nakaffa para tomar um café mas na hora mudamos os planos e resolvemos jantar. O lugar e muito indicado para um bom CAFÉ mas inventamos moda e nos ferramos. Minha esposa pediu Pene com Mignon e eu pedi Salmão com Purê e Arroz. Ambos os pratos sem sal, com pouco tempero e uma demora imensa para servir. Acho q o horário não ajudou.

Depois tomamos um sorvete na Sorveteria Bali que o Foursquare indicou ali perto. Realmente muito bom, recomendo. O buffet de sorvete é variado com sabores de frutas da região. Comi 4 bolas, rs. Minha esposa pediu um Petit Gateau mas nem ela nem eu conseguimos comer inteiro. Além de grande, a calda é de brigadeiro, doce pra ninguém botar defeito. Resultado da noite: ambos ruins do estômago por conta de um jantar não tão bom e muito doce de sobremesa. Amanhã, vamos tentar pegar mais leve e acertar para não correr o risco de estragar a coisa toda.

21 Outubro 2015 - Quarta-feira

Hoje o destino foi a Praia de Ipioca na tão famosa Hibiscus Beach Club. Sinceramente esperava ser um lugar fantástico, mas chegando lá, de certa forma nos decepcionamos. É um restaurante com um terreno grande, com piscina, muitas mesas e espreguiçadeiras a beira mar que já estavam todas tomadas, isso que chegamos por volta das 9hs. Tudo bem, é legal, bonito, se tivesse onde ficar e se as espreguiçadeiras não ficassem tão amontoadas. Cobram R$25,00 o Day Use o q sinceramente achei caro pelo lugar.

Pedimos nosso dinheiro de volta e decidimos ir à Praia de Paripueira. Inicialmente parecia que estava melhorando, mas aí piorou. Entramos no Restaurante Mar e Cia. O lugar é cheio de ônibus e vans de excursão, simplesmente entupido e tudo empilhado, tanto que não conseguia ir embora porque uma micro-ônibus parou no meio da rua e o motorista sumiu. Fiquei bem alegre!!!

A segunda opção em Paripueira foi ir até o Bar do Osvaldo o qual só li ótimas recomendações. Ele fica uns 400 mts à esquerda, mais tranquilo e deslocado. Vi muitas referências sobre a alimentação, mas como queríamos estrutura para passar o dia, desistimos pois não oferece muita estrutura de praia como outros locais q fomos.

Bom, vamos tentar a próxima opção na região, o Milk Beach Pub na Praia de Guaxuma; estava fechado. Hoje realmente não foi o melhor dia, mas para não perder a viagem, entramos na Praia de Guaxuma mesmo e paramos no Bar Jangada. Comemos uma Casquinha de Siri com gosto de Atum e uns Pastéis de Queijo até q bons com Suco de Abacaxi que estava Gelado. Já era meio dia e decidimos ir embora.

Chegando em Maceió, resolvemos ficar no Kanoa Beach Bar na Praia Pajuçara, vizinho do Lopana. Mesmo estilo de quiosque mas achamos particularmente melhor.

A noite fomos no Parque Shopping Maceió comprar mais bronzeador e depois jantamos no Armazém Guimarães Pizzaria. O lugar é fantástico, com decoração que conta um pouco da história de Maceió e tudo com estilo rústico, simplesmente perfeito. Pedimos uma pizza pequena q serviu 2 pessoas tranquilamente (meia Camarão, meia Armazém Guimarães), ambas fabulosas com um valor super justo comparado com a qualidade. Para sobremesa, paramos no Chiquinho Sorvetes que nada mais é do que um sorvete do Mc Donalds um pouco pior. Por hj chega.

22 Outubro 2015 - Quinta-feira

Hoje decidimos repetir o café da manhã na Panificadora Alteza antes de ir à Praia do Gunga, nosso destino de hoje. Ela fica a mais ou menos 1 hora de viagem ao sul de Maceió com estrada dupla e bem tranquila. Na entrada, pagamos R$10 de estacionamento que realmente vale a pena pois pudemos deixar o carro bem perto da praia. Chegando lá ficamos no Bar e Restaurante Gunga Top que era uma das opções mais interessantes pesquisadas (eu não olhei o Foursquare).

Logo que chegamos já resolvemos fazer o passeio de quadriciclo para ver as Falésias. O valor é de R$100,00 o casal mas super recomendado pois vale muito a pena.

Depois de alguns minutos, chegamos às Falésias e paramos para conhecer.

Para o almoço, pedimos Lagosta. Reservamos antes do passeio para as 12hs. O Atendimento é razoável e a comida também não é tudo aquilo. Chegou no horário, mas fria e a Lagosta borrachuda.

Na hora de pagar, paz-me!; não aceita cartão de crédito! Fazer o que.

De volta para o AP, tomamos um banho e fomos no Supermercado Palato na Ponta Verde para comprar algumas coisas para o café da manhã. No jantar, decidimos pelo Bodega do Sertão

O restaurante é lindo e a comida absurdamente variada, inclusive, com comidas típicas da região. De sobremesa, doces fantásticos, o que nos garantiu a barriga cheia e um Figatil antes de dormir. Não é barato, mas vale a pena conhecer.

Antes de ir embora, mais umas fotinhos para rir e recordar. rss

Obs. Pesquisas no Foursquare, no TripAdvisor e em sites de viagem na Internet ajudam muito confirmar lugares bons. Um outro detalhe que notamos é o trânsito de Maceió que é uma loucura. Respeito no trânsito não é forte por aqui e todos se enfiam onde dá, enfim, a atenção precisa ser redobrada (e eu não tenho muita) para não fazer besteira. Tenso! Ahh, e no centro existe faixa de pedestres pintadas de vermelho que é obrigatório dar alerta e parar para os pedestres atravessarem. Passei direto em várias. kkkk. Não atropelei ninguém graças a minha co-pilota. kkkk

23 Outubro 2015 - Sexta-feira

Hoje acordamos as 6h30 como todo dia e tomamos nosso café no AP numa manhã nublada.

Hoje nossa agenda está programada para conhecer a Barra de São Miguel. Ficamos na Barraca Life Beer até que boa e atendimento razoável. Comemos um bolinho de Camarão SEM Camarão e uma Casquinha de Siri “má o meno”. Tem cerveja original de garrafa e gelada, o que para mim compensou um pouco. Até fizemos amizade com um garotinho que passeava pela areia. ;-)

Uma opção aqui na Barra, é pegar os barquinhos que saem com destino à Praia do Gunga. Também é uma opção de passeio fazendo o caminho pelo mar, conhecendo as barrerias mais a frente.

Na volta, passamos na Praia do Francês para conhecer mas não achamos nada de mais. Achamos a Barra de São Miguel bem melhor.

Já em Maceió, por volta das 14hs paramos no Restaurante Parmegiano o qual nos foi muito recomendado. Olhando o cardápio, decidimos comer o tão falado Chiclete de Camarão, típico da região. No Parmegiano, o prato tem muito camarão, com um molho tipo rosé com muito queijo e extremamente temperado; vale a pena experimentar! Dizem que o melhor é do Imperador dos Camarões, mas não chegamos a visitar.

O Restaurante Parmegiano é a beira mar, com comida muito boa e bem servida alem de preços justos. Passamos comprar um sorvete à caminho do AP e tiramos o resto do dia para descansar um pouco.

24 Outubro 2015 - Sábado

Hoje novamente tomamos nosso café da manhã no AP mesmo e sem muita pressa pois hoje planejamos ir para o Milk Beach Pub. O Milk abre de sexta à domingo das 10hs às 21hs e sábado com Dj a partir das 13hs.

Chegamos no Milk, gostamos do ambiente. Clima descontraído com muitas árvores, sombra, sofás ao ar livre, redes e acesso fácil à Praia de Garça Torta.

Chegamos cedo e só estávamos nós. Mais perto do almoço, começou a ter um pouco mais de movimento. Comemos Camarão Empanado e Bolinho Três Queijos; todos deliciosos mas valores elevados pelo tamanho da porção. Local recomendado para fazer um happy hour a tarde e curtir um clima gostoso. Para passar o dia, judia do bolso.

Decidimos almoçar no Vila Chamusca. O lugar fantástico com uma vista linda da Praia de Ipioca. Pedimos o Mix da Chefinha e Isca de Peixe, ambos simplesmente maravilhosos. Valores justos e lugar muito recomendado.

Depois voltamos para o AP descansar um pouco e a noite optamos por algo mais leve. Fomos no Açaí Concept e comemos um Açaí muito bom, com várias opções de acompanhamento. Recomendado também.

25 Outubro 2015 - Domingo

Repetindo a rotina diária, acordamos por volta das 6h30 e como de costume, tomamos café no AP.

Hj ficamos em Pajuçara mesmo, centro de Maceió. Praticamente finalizamos nosso roteiro planejado visto que alguns locais que programamos, deixou a desejar. Neste momento, estamos na espectativa em nossa ída para Maragogi que acontecerá na terça e quarta.

Hoje repetimos o Kanoa Beach Bar. Chegamos por volta das 9hs pois, por ser domingo, imaginamos que a praia tenha um movimento extra, confirmado no decorrer das horas do dia. Na hora do almoço estava lotado!!!

Hoje experimentamos Isca de Peixe e Bolinho de Carne de Sol com Macacheira e Queijo. Tudo muito gostoso!

Atendimento do Garçom Gerônimo estava fantástico, como sempre.

Voltamos para o AP por volta das 16hs e mais a noite fomos no mercado comprar algo para comer e jantamos n o AP mesmo.

26 Outubro 2015 - Segunda-feira

Mais um dia em nossa rotina diária, acordando cedo e tomando nosso café tranquilos. Como amanhã vamos à Maragogi, preferimos ficar em Pajuçara mesmo.

Esta semana a maré está extremamente baixa o que deixa a praia muito linda pela manhã.

Por volta das 16hs, fim de praia e fomos na Pavilhão do Artesanato passear e comprar umas lembranças.

Depois de tomar um banho já no AP, fomos na Creperia pertinho do AP para jantar. Antes de dormir, revisei o caminho e rota que vou fazer até nosso destino de amanhã para Maragogi para não ter surpresas.

27 Outubro 2015 - Terça-feira

Hoje acordamos um pouco mais cedo pois vamos à tão esperada Praia de Maragogi.

Saímos por volta das 8hs da manhã e pegamos a estrada AL101 sentindo Norte. Passando Paripueira, a primeira praia que encontramos foi na Ilha da Massagueira. A maré esta semana está absurdamente baixa, nos dando o privilégio de ver imagens lindas.

Depois de algumas fotos, seguimos nossa viagem. Fomos abordados por moradores locais falando sobre a rota do GPS. Comentaram que ele leva por estradas de chão e que o ideal seria voltar para a estrada de asfalto BR420. Como sou teimoso feito uma mula, resolvi seguir meus planos e continuar pela AL101. Táva feita a cagada!!!.

Passando o povoado da Ilha de Massagueira, a AL101 vira estrada de chão e se mantém assim por longos quilômetros. Andando alguns poucos kilômetros, chegamos na Praia do Carro Quebrado. Por problemas adversos não pudemos entrar na praia, com isso, nos restou percorrer em torno de 20 km de entrada de chão em meio às plantações de cana e várias fazendas da região até que voltamos ao asfalto, nos permitindo seguir em frente mais tranquilos.

Até aqui, mais de 2 horas de estrada entre terra batida, fazendas, canaviais e um bico gigante da esposa, chegamos em São Miguel dos Milagres. Lugar lindo e com a maré baixa, o mar estava muito distante, deixando uma enorme faixa de areia amostra.

Paramos na orla para tirar as fotos, mas como o local estava totalmente vazio, optamos por seguir nosso caminho.

Passamos pelo povoado de São Miguel rumo à Balsa, que nos levaria para o outro lado do rio. Esse é o caminho pela AL101, que passa por vários povoados, pela estrada difícil e que torna a viagem mais demorada, mas é uma opção diferente para quem gosta de um pouco mais de aventura.

Já em Porto das Pedras, paramos na Associação de Proteção ao Peixe Boi. Lá existe o passeio para ver o peixe boi na APA da região. Não conseguimos devido aos horários que não bateram e seguimos caminho.

Chegando na balsa, mais uma bronca da “patroa” (ela tem medo de balsa), mas sem uma segunda opção, embarcamos mesmo assim. Depois de sair com destino ao outro lado da margem, ela se acalmou pois a balsa nem balançou, super tranquilo. Ufa!

Aqui uma curiosidade: como seguimos a AL101 desde Maceió, pela primeira vez na vida, eu vi uma estrada continuar com o mesmo nome mesmo depois de atravessar um rio. Sim, mesmo depois da balsa, ela continua sendo a tão encrenqueira AL101.

A próxima praia em nosso caminho é Japaratinga. Cidade mais ajeitada, com casas mais bonitas e várias pousadas. Com aparência de cidade de praia, finalmente, estávamos chegando ao paraíso. Nos planos, iríamos almoçar por lá em Japaratinga mesmo mas o restaurante que tínhamos pesquisado estava fechado. Batemos algumas fotos por ali e decidimos seguir direto para Maragogi pois já estávamos perto.

Finalmente chegamos na tão esperada Maragogi, por volta das 12hs. Decidimos ir direto na Pousada Olho D'água para descarregar a bagagem, esta que nos alojaria na pernoite para o passeio cedinho no dia seguinte. Dei razão para os relatos da internet; realmente não recomendo fazer bate volta de Maceió à Maragogi, mesmo pelo caminho mais curto, é super cansativo. O ideal é dormir pelo menos uma noite lá, transformando o passeio em passeio mesmo

Bom, bagagem descarregada, fomos procurar a Agência e Restaurante Corais de Maragogi (Site. Esta é a agência q escolhemos para o passeio às Galés de Maragogi pela amanhã. Como já queríamos conhecer a agência, aproveitamos para almoçar por ali mesmo e passamos a tarde no restaurante que oferece espreguiçadeira e guarda sol para passar o dia. Atendimento bom, comida boa e valores não abusivos, enfim, escolha assertiva e recomendada.

Recomendo acessar o site maragogionline.com.br para conhecer e obter informações importantes.

Fim de praia por volta das 15hs, fomos passear nas lujinhas locais para ver os artesanatos e coisas da região passamos deixar o que compramos na pousada.

Por volta das 17hs, paramos na Tapioca da Martha, para finalmente comer tapioca da região. O atendimento não ajuda muito e o valor achei um pouco alto pela quantidade de recheio mas a tapioca é muito boa e nem se compara com as industrializadas que comemos por aqui. Comemos uma de carne de sol com queijo e outra de coco com leite condensado. Ambas muito saborosas. Ahh, atento para um detalhe; não aceita cartão, só din din. Como a orla principal de Maragogi não é grande, pudemos fazer tudo isso a pé, bem tranquilo.

Por volta das 18hs, chegamos na pousada e resolvemos ficar na piscina de lá, que estava com a água super quente, nos permitindo aproveitar mais um pouco esse dia cheio. As 20hs já havíamos tomado banho e já estávamos no quarto para descansar para o dia seguinte.

28 Outubro 2015 - Quarta-feira

Hoje acordei por volta das 2h30 da manhã com uma absurda coceira na sola do pé graças a um único maldito pernilongo que não tinha o que fazer e resolveu me picar, várias vezes por sinal.

Bom, perdi o sono né! Fiquei me enrolando na cama até as 4h30 quando levantei para ver o nascer do sol pela janela da pousada. Olha, já estava com saudades de ver uma imagem tão linda.

Não contente, desci para a beira do mar para ver uma beleza tão rara mais de perto.,

As 6hs a esposa acordou e voltei para o quarto trocar de roupa e fomos tomar café. Por volta das 7h45 já estávamos no receptivo do Corais de Maragogi para o passeio às Galés. Como estávamos hospedados na pousada olho D'água, ganhamos R$10 de desconto em cada passeio. Por volta das 8h20 saímos para as Galés de Maragogi.

O tempo de ida gira em torno de 25 minutos e o guia vai explicando como tudo funciona, o que pode e o que não pode fazer e oferecendo Snorkel para mergulho, mergulho com cilindro e fotos. Ficamos só com o Snorkel pois achamos o mergulho com cilindro muito caro (R$100 por pessoa/15min). Também decidimos tirar fotos com os “profissionais” (sim, entre aspas) para termos mais algumas recordação. O valor de R$50 não parecia tão caro para termos fotos com os peixes e fotos submersas. Como só pagava depois de ver as fotos, aceitamos.

Bom, descemos do barco e já fomos tirar as fotos com os “profissionais” e depois, aproveitar as piscinas naturais. O que falar das galés? Não tem muitas palavras. As fotos falam por si e só estando lá para saber o quão lindo é.

Até hoje, o lugar mais lindo q pude estar, sem dúvida alguma, um paraíso, no meio do oceano, e graças a Deus, preservando por órgãos competentes.

Por volta das 11hs, começamos o retorno. Fomos direto para o Hotel pois tínhamos que fazer checkout além de tomar uma ducha para tirar a água salgada.

Passamos no Coral de Maragogi ver as fotos q tiramos e AFF, que fotos horríveis!!! As fotos que tirei no meu celular dentro de uma proteção plástica a prova D'água ficaram absurdamente melhores. “Fuja Bino, é uma cilada!!!

Desistimos até de almoçar no Restaurante Corais de Maragogi e fomos no Maragaço que havia sido recomendado pela pousada e, que excelente escolha. Pedimos camarão empanado que acompanha arroz e fritas. O camarão é tão grande q chamei o garçom achando q ele tinha errado e trazido peixe. Aff. Comi até morrer. Depois de já ter voltado de viagem, recebi a dica de uma amiga para comer na Pizzaria Regina, em Maragogi. Fica para a próxima!!!

Bom, bora pegar estrada que o caminho e longo. Chegamos em Maceió por volta das 17hs e fomos direto jantar, e optamos por comer tapioca na Tapioca Maria Bonita. Pedimos de queijo com coco e leite condensado (a minha sem queijo, por favor). Tapioca deliciosa, bem recheada, tanto q levamos a metade para comer depois. Aff.

Enfim, chegamos no AP. Banho tomado e estrago feito. Levamos uma tostada na volta das Galés para Maragogi, no barco, que só agora a noite notamos. Mesmo com protetor, torrou tudo! Bom, dá-lhe AlivioSol e cama. Fomos deitar por volta das 20hs pois estávamos muito cansados.

29 Outubro 2015 - Quinta-feira

Hoje acordei as 5hs mas tentei cochilar até mais tarde. Fui dormir cedo né, aí já viu. Levantamos as 7hs e depois do banho para acordar, tomamos café no AP mesmo.

A preguiça falou mais alto e decidi não fazer nada por hoje e minha esposa resolveu me ajudar. Por volta das 10hs fomos no Maceió Shopping para conhecer. A esposa queria fazer as unhas, então, destino confirmado. Resolvemos almoçar no shopping mesmo, mas a dica é: se quer Fast Food (MC, Subway, etc.) almoce aqui; se quer comida de verdade, almoce em outro lugar, pois os buffet deste shopping deixaram muito a desejar.

Depois voltamos para Pajuçara na Feirinha de Artesanato da Pajuçara que fica do outro lado da rua do Pavilhão do Artesanato que fomos antes e acabamos por descobrindo que aqui o artesanato é mais barato, porém com menos variedade, ou seja, passeie por ambos e compare preços antes de comprar e pechinche pois da pra conseguir bons descontos. Voltamos para o AP pra começar a ajeitar as coisas para voltar para casa no dia seguinte. Mais a noite, fomos no Sanduba do Careca. Pedi o de Filé de Alcatra pois vi boas recomendações no Foursquare e olha, quando o sanduba chegou, aff, perdi perdão pelo pecado da gula e comi. É muito grande!!! Carne deliciosamente temperada e com 4 tipos de sabor de maionese. Foi tenso mas eu venci!!! kkk. Voltei para o AP meio quilo mais gordo e para gastar alguma energia, fui terminar de ajeitar tudo pra voltar para casa.

30 Outubro 2015 - Sexta-feira

Hoje é dia de ir embora e levar na mente e nas fotos, a recordação de 10 dias muito especiais.

Tomamos café da manhã aqui no AP, finalizando as malas e vamos pra casa. Por volta das 9h30 a Suzy chegou para que pudéssemos entregar as chaves e deixar o AP.

Entregamos o carro na Localiza no Aeroporto e pegamos uma carona de Van até o terminal de embarque. A volta? Super tranquila. Vôo de Maceió à Salvador para a primeira escala. Aproveitei para comer um Dog no aeroporto pq estava azul de fome pois já eram quase 12hs.

Depois, embarcamos para Brasília para nossa segunda escala. Já eram 17hs passadas e a fome pegou pois não tínhamos almoçado. Fomos no Mc Donalds mesmo pois era a opção mais rápida e por fim, última etapa do vôo até Curitiba.

Finalmente com os pés em solo Curitibano, terminamos nossa viagem com muitas histórias para contar, com muitas lembranças na mente e no coração e com a saudades já batendo. Obrigado Deus, pela oportunidade de poder conhecer lugares tão lindos no qual o Sr. criou e mantém tão lindos.


Voltar

viagens/lugares/2015-maceio.txt · Última modificação: 23/02/2016 17:43 por fabriciovc